SHF Work

28 de agosto de 2010

O que é o Holodeck?

Filed under: Sem categoria — gabrielafreitas1991 @ 4:31
Star Trek

Star Trek

O holodeck é uma “ferramenta” fictícia da série “Star Trek”. Sua primeira aparição foi na “Star Trek: Animated Series” no episódio “Practical Joke”, apesar de ter aparecido com o nome de “sala de recreação”.

Ele é um quarto em formato de cubo preto com “grades” de linhas brancas ou amarelas. O computador pode projetar simulações holográficas dentro desse quarto e um campo de força magnética converte essa energia em matéria (para entender melhor o funcionamento do holodeck, clique aqui ou aqui).

Holodeck

Holodeck

Assim, no holodeck, é possível a execução de programas – como andar de caiaque – e holonovelas – programas mais elaborados, que possuem uma narrativa. O usuário passa a fazer parte desse programa, como se fosse um teatro. Ele pode servir tanto como um ambiente para entretenimento quanto de amadurecimento emocional – quando o usuário o usa para enfrentar seus medos e problemas. Abaixo, exemplos dessas duas utilidades, respectivamente:

Importante dizer que Lawrence Krauss, autor de “The Physics of Star Trek”, diz que é possível existir as imagens tridimensionais do holodeck, mas a utilização dos “replicadores de matéria” não. Ou seja, um possível holodeck na realidade seria como um teatro com imagens ao nosso redor em que as imagens não pudessem ser tocadas, como o projeto CAVE ou o projeto ALIVE, mostrado abaixo, ambos do MIT.

E, mais recentemente, o Projeto Natal, ou Kinect:

Como o holodeck é uma ficção, fica difícil classificá-lo com termos da nossa realidade, mas pode-se associá-lo com algumas expressões, por exemplo, com a realidade virtual, pois o usuário se relaciona com o computador, não são imagens pré-gravadas e a pessoa pode modificar o processo em tempo real.

Também podemos associá-lo com a realidade aumentada, ou, pelo menos, com uma evolução dela. As imagens são projetadas virtualmente em 3D, assim como na RA, mas não é necessário uma webcam e um notebook ou qualquer outro suporte digital além do holodeck para vê-las, ou seja, elas são visíveis ao olho nu. Além disso, é possível tocá-las.

Por ter interatividade e por ser um ambiente que propicia a RV e a RA, podemos, também, dizer que é um ambiente de imersão, tanto física, porque o usuário perde as referências do mundo exterior, uma vez que todos os seus sentidos estão voltados para aquela holo-novela, quanto psicológica.

Não classificamos como RV e RA, mas sim com algo semelhante a eles, porque o holodeck faz com que as imagens sejam tocáveis. Isso faz com que levantemos questões como “será que beijar um holograma constitui um ato de infidelidade a um parceiro de carne e osso?”, “será que tal mundo de fantasia, percebido tão vivamente, terá o poder de destruir nossos laços com o mundo real?” e “será que tal máquina, que consegue produzir um mundo mais real do que a realidade, poderá ser usado como ferramenta de alienação e, consequentemente, dominação?”.

Abaixo, slides falando sobre o que é o holodeck e sobre a narrativa no ciberespaço, baseando-se no livro de Janet Murray, “Hamlet no Holodeck”:

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: