SHF Work

21 de agosto de 2010

THE SIMS é um jogo?

Filed under: Sem categoria — gabrielafreitas1991 @ 20:45
 
NOTA: Quando eu digo “The Sims” eu estou me referindo única e exclusivamente ao primeiro da série.  
 
 “‘The Sims’ sempre foi um experimento. Jamais imaginávamos que ganharia mercado. Simplesmente criamos um jogo e começamos a adicionar expansões, e depois uma continuação e mais expansões.”
Will Wright.
  
 
The Sims foi criado pelo designer Will Wright e distribuído pela Maxis – empresa fundada por ele e Jeff Braun em 1987 – em fevereiro de 2000.  

Essa tão popular forma de entretenimento é focada nos relacionamentos. O usuário constrói uma casa e monta uma família – composta por uma espécie de “pessoinhas digitais” chamadas de “Os Sims” – que passa a morar nela. Então, ele começa a controlar essa família, atendendo suas necessidades fisiológicas, regulando-a, e, se optar por ignorar essas tais necessidades, vendo as consequências.  

Há algumas controversas girando em torno dessa forma de entretenimento: afinal, The Sims é um jogo?  

Um jogo, segundo o blog “Game Design Br: A Arte de ser um Game Designer“, tem o enredo como um dos elementos principais. Os objetivos do jogo serão alcançados nesse enredo – ou contexto. Um jogo deve permitir que o jogador tome decisões e passe por desafios para alcançar esses objetivos.

Em minha opinião, o enredo/contexto é o que determinará as regras e interações do jogo (fazendo um adendo: ele determina os objetivos, que determinam as regras, que, por sua vez, determinarão a dinâmica de um jogo, assim, todos os pontos que caracterizam um jogo estão interligados).  

O enredo não determina um jogo, apenas determina se ele é ou não imersivo. Ter um objetivo é o fator mais determinante de um jogo. Os objetivos de um jogo podem ser a típica luta do bem contra o mal ou não deixar que os blocos cheguem ao topo (tetris).  

“The Sims” não tem um objetivo a ser alcançado. Ele só tem uma regra, que ainda é opcional: cuide de seus Sims. Por isso eu não o qualifico como jogo.  

Um simulador? Bem, é o que diz a “capa” do jogo: “The People Simulator”, ou seja, o “Simulador de Pessoas”. Mas… Talvez não. Ele não simula a vida assim como um simulador de vôo… simula um vôo. É muito distânte da realidade para ser um simulador. 

The Sims

The Sims

The Sims é, nada mais, nada menos, do que um brinquedo. Só que eletrônico, ou seja, em um suporte digital. Abaixo você pode ver Wright comentando sobre isso (mais especificamente no intervalo de 0:55 ~ 1:15): 

  

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: